Sobre o Curso

O curso de Ciência da Computação da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul possui como objetivo formar profissionais qualificados para a área de informática. A área de computação possui componentes teóricos, experimentais e de modelagem. A teoria é essencial para o desenvolvimento de modelos e para o entendimento dos dispositivos de computação e do conceito de programa. A área experimental trata do desenvolvimento e teste de sistemas de computação. Modelagem inclui métodos de projeto, análise, avaliação e verificação de sistemas.

Dentro desse escopo, o curso pretende formar profissionais com formação básica capaz de permitir o acompanhamento da evolução da informática na área de Ciência da Computação, tanto do ponto de vista teórico, quanto prático. Procura-se acentuar a formação em desenvolvimento de software, especialmente científicos e aplicativos, com ênfase em metodologias de pesquisa científica, projeto e desenvolvimento de teorias e ferramentas para ambientes computacionais.

Informações Gerais

Nome do curso:Ciência da Computação
Título conferido:Bacharel em Ciência da Computação
Nível:Graduação
Turno de funcionamento:Integral
Tempo de integralização mínimo:4 anos
Tempo de integralização máximo:7 anos
Número de vagas:50
Carga horária CNE:Mínimo de 3.000 horas
Carga horária do curso sem disciplina optativa:4.138 horas-aula convertidas para 3448 horas
Carga horária do curso com disciplina optativa:4.172 horas-aula convertidas para 3476 horas
Modalidade de ensino:presencial
Forma de ingresso:processo seletivo conforme normas vigentes da UEMS
Local de oferta:Unidade Universitária de Dourados

Mercado de Trabalho

O mercado de trabalho permite que o profissional de Ciência da Computação atue e diversas áreas, tais como:

  • Análise e projeto de sistemas de computação;
  • Desenvolvimento de software para atender demandas comerciais e industriais;
  • Modelagem e desenvolvimento de aplicações científicas através de um sólido conhecimento teórico-prático;
  • Projeto, implantação e administração de redes de computadores e sistemas de telecomunicação;
  • Prestação de consultorias;
  • Coordenação e implantação de tecnologias da informação;
  • Atuação como profissional liberal ou funcionário público/privado nas áreas tecnológicas;
  • Desenvolvimento de pesquisa e inovação tecnológica.